TEMPO ESGOTADO AO GRUPO BALTAZAR – CHEGA DE “CHORORÔ”….

Há anos o Sindicato tenta resolver os problemas ocasionados pela má gestão das empresas do “Grupo Baltazar”. Inúmeras são as irregularidades que afetam diretamente o bolso e o bem estar dos trabalhadores destas empresas. Cada vez que o Sindicato tenta intervir, os empresários começam o “chororô”, dizendo que vão sanar os problemas existentes o mais rápido possível.
A nossa entidade já fez de tudo pra ajudar o “Grupo”, tentando evitar o pior nas empresas, pois medidas drásticas atingem os trabalhadores em cheio. Mas, os dias, meses e até anos vão passando e as reclamações continuam. Chegou o ano do Basta!
Em 2019 nenhum empresário vai ficar impune. Não aceitamos mais desculpas esfarrapadas, ou resolve, ou nós vamos resolver da forma que estamos evitando, ou seja, paralisação!

O “Grupo” tem um prazo…

O Sindicato enviou uma notificação os Sr. Baltazar (presidente do grupo), notificando todas as irregularidades que estão assolando os trabalhadores. Um prazo foi estipulado para que todas as questões citadas sejam resolvidas

Até o mês de março as empresas:

EAOSA, São Camilo, Urbana, Ribeirão Pires, Imigrantes, Riacho Grande e Triângulo devem estar caminhando dentro da Lei (CLT) e respeitando nossa Convenção Coletiva de Trabalho, caso contrário, a greve será decretada e nenhum ônibus destas empresas irá rodar.
Confiram as irregularidades…
* Atrasos nos depósitos do FGTS e INSS dos trabalhadores;
* Falta de pagamento de verbas rescisórias dos trabalhadores demitidos;
* Falta/atraso de pagamento das férias dos trabalhadores;

* Atraso nos pagamentos dos salários e vale alimentação;
* Falta de integralização dos reflexos das horas extras habituais nos pagamentos de férias e décimo terceiro salário dos trabalhadores.
Aqui está o pedido de reunião e notificação enviado ao “Grupo” pelo Sindicato.

SE NÃO MELHORAR, VAMOS PARAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *